Tráfego orgânico e tráfego pago: o que é cada um e quais são as principais diferenças

Luana Flor - 17 de junho de 2022

Tráfego orgânico e tráfego pago: entenda suas diferenças

Tráfego orgânico e tráfego pago: entenda suas diferenças

O tráfego orgânico e tráfego pago são, em sua essência, duas maneiras distintas de ofertar produtos e serviços dentro do ambiente online que os buscadores oferecem.

Esses dois processos são braços do marketing digital, e apesar de terem propósitos parecidos, são diferentes em outros pontos como a execução, tempo de retorno, entre outros.

Hoje vamos falar sobre o tráfego orgânico e tráfego pago, quais são as particularidades de cada um, as ferramentas disponíveis para cada um deles, e entender melhor sobre qual o modelo ideal para o seu negócio.

Acompanhe a seguir:

Tráfego orgânico e tráfego pago: entenda cada um deles

Vamos falar sobre a definição de tráfego orgânico e tráfego pago:

Tráfego orgânico

O tráfego orgânico é um método com objetivo de atrair acessos para uma ou mais páginas de um negócio de forma espontânea.

Para isso, o tráfego orgânico utiliza diferentes estratégias, como:

  • otimização de páginas web;
  • posts em mídias sociais;
  • artigos de blog;
  • envio de e-mail marketing.

Através de cada um desses canais, o tráfego orgânico tem como principal foco a construção de relacionamento e nutrição de informações para que esses usuários sejam direcionados a fechar negócio.

👉 SEO Marketing: conheça 21 respostas para as perguntas mais comuns

Tráfego pago

O tráfego pago engloba uma gama de tipos de anúncios publicitários que também geram acessos à uma página na web, porém, com um investimento financeiro envolvido.

Também conhecido como campanhas e busca paga, os principais tipos de anúncios são:

  • rede de pesquisa em um buscador;
  • rede de display;
  • remarketing;
  • redes sociais: YouTube, Facebook e Instagram Ads;
  • Google Shopping;
  • Google Ads.

👉 6 formas de alavancar seus negócios anunciando no Google

Normalmente, usuários que chegam até as páginas através do tráfego pago já passaram por outras etapas do funil de marketing, e estão mais próximos de fechar negócio.

Quais são as vantagens em aplicar tráfego orgânico e tráfego pago?

As vantagens em aplicar técnicas de tráfego orgânico e pago estão relacionadas abaixo:

Tráfego orgânico

  • criar uma audiência fiel e engajada;
  • gerar relacionamento com os leads;
  • propagar a mensagem da marca;
  • ganhar autoridade de mercado;
  • maior tempo de veiculação dos conteúdos.

👉 Funil de vendas: como aplicá-lo pode gerar mais oportunidades de negócios

Tráfego pago

  • retorno de acessos rápido;
  • receber contato de usuários mais prontos a comprar;
  • surgir em posições na primeira posição de buscador.

👉 FAQ: como anunciar com o Google Ads?

Como escolher entre tráfego orgânico e tráfego pago? (Redes Sociais/Google)

Com as diferenças entre tráfego orgânico e tráfego pago apontadas, uma pergunta comum que surge é: como escolher entre um dos dois?

Se o caso exige a escolha entre tráfego orgânico e tráfego pago, é importante saber quais são as suas principais características. Veja:

TRÁFEGO ORGÂNICO TRÁFEGO PAGO
Dentro do método do tráfego orgânico, as pessoas encontram a empresa de forma espontânea, ao buscar identificar quais são suas dores e problemas. No tráfego pago, o usuário normalmente já conhece suas dificuldades, e busca por termos específicos que possam remeter à compra de uma solução.
Prazo de retorno maior

Possui resultados de médio e longo prazo, a partir da produção de conteúdos qualificados.

Prazo de retorno menor

Os resultados são quase imediatos, a partir da criação de campanha.

Investimento zero 

Não exatamente, porque os profissionais que vão criar a melhor estratégia e produção de conteúdo devem fazer parte do investimento.

Investimento específico

O orçamento será definido por campanhas, e de acordo com a quantidade de palavras-chave que a empresa intenciona comprar, para poder ser encontrada mais facilmente.

Acessos permanentes

As páginas de tráfego orgânico ficam no ar por tempo indeterminado e podem sempre atrair mais usuários ao longo do tempo.

Acessos temporários

Os anúncios ficam disponíveis para serem encontrados apenas durante a veiculação da campanha, e está interligado ao valor pago por clique.

Ferramentas que relacionam

Artigos de blog / Otimização de SEO para buscadores de pesquisa

Ferramentas que vendem

Criação de anúncios em textos, fotos e vídeos em diferentes plataformas

Mas, a verdade é que não é preciso adotar apenas um dos métodos, e o cenário ideal seria aplicá-los em conjunto.

Tráfego orgânico e tráfego pago: por que não uni-los?!

Uma estratégia completa de marketing digital envolve criar uma relação entre o tráfego orgânico e tráfego pago, e não necessariamente separá-los.

Depois de entender quais são as principais semelhanças e diferenças entre tráfego orgânico e tráfego pago, a união desses dois recursos pode unir boas práticas, como:

  • produção de conteúdo de qualidade para gerar autoridade;
  • divulgação de produtos e serviços através de campanhas;
  • criação de relacionamento com o público;
  • longevidade de acessos com conteúdos qualificados;
  • ganho de audiência pronta para comprar.

👉 Vale a pena investir em marketing digital?

Essas foram as principais diferenças entre criação de tráfego orgânico e tráfego pago, para que o seu negócio possa ser escalável na internet.

Quer uma estratégia de tráfego bem elaborada em seu negócio? 👇

Conheça a Integração Digital!

A Integração Digital é uma agência de marketing digital focada em performance, através de diversas técnicas como criação de campanhas, desenvolvimento de SEO e mais. Quer saber como criar uma estratégia de marketing robusta e eficaz para seu negócio? Entre em contato conosco. ☎Solicitar Orçamento!

Fazer um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *