Agência de Marketing Digital

A AGÊNCIA

Movidos pela criatividade, pensamento estratégico e inteligência de mercado. Tiramos ideias do papel e as transformamos em resultados que se sustentam, com execução ágil e eficaz.

Em uma era na qual temos o usuário e sua experiência no centro de tudo, temos orgulho em integrar o marketing digital carregando em nossa essência o Princípio PPAR (Pessoas, Processos, Atendimento e Resultados).

  • Agência de Marketing Digital Agência de Marketing Digital
    Pessoas

    Pessoas criativas, analíticas, colaborativas, persuasivas, integradoras e acima de tudo humanas.

  • Agência de Marketing Digital Agência de Marketing Digital
    Processos

    Processos fáceis, ágeis, organizados, programados, definidos e principalmente produtivos.

  • Agência de Marketing Digital Agência de Marketing Digital
    Atendimento

    Atendimento transparente, ágil, atencioso, ativo, verdadeiro, pontual, paciente e totalmente eficiente.

  • Agência de Marketing Digital Agência de Marketing Digital
    Resultados

    Resultados claros, planejados, projetados, legítimos, objetivos e impreterivelmente tangíveis.

SEO

OTIMIZAÇÃO DE SITE

Quer alcançar a 1ª página do Google e se destacar nos demais buscadores? Com uma boa estratégia de SEO é possível melhorar o posicionamento orgânico do seu site em desktops e dispositivos móveis para pesquisas por palavras-chave. Além de aumentar o tráfego do seu site e suas conversões, sua marca ganha em visibilidade e reputação.

Agência de Marketing Digital

INBOUND

MARKETING

O Inbound Marketing é uma metodologia que funciona! Ele atrai clientes em potencial, reduz os custos com aquisição de clientes, aumenta a visibilidade do seu negócio, otimiza o processo de vendas e entrega resultados mensuráveis. Tudo isso com a criação de conteúdos autênticos e relevantes e uma boa gestão de leads.

Agência de Marketing Digital

REDES

SOCIAIS

Considerada uma das ferramentas mais poderosas, as redes sociais são essenciais para alcançar potenciais clientes. Seu sucesso se dá através de um bom planejamento, que envolve criação e gerenciamento de conteúdo e ações voltadas para o fortalecimento da marca nas principais mídias: Facebook, Instagram, Twitter e Youtube.

Agência de Marketing Digital

CRIAÇÃO

DE WEBSITES

Investir na Criação de Site é o primeiro passo para tornar sua marca digital e permitir que clientes em potencial possam encontrar sua empresa na internet. Seja qual for o segmento, quando o site é profissional ele aumenta a visibilidade e credibilidade da marca, além de contribuir para uma melhora significativa nos resultados.

Agência de Marketing Digital

CRIAÇÃO DE

LOJA VIRTUAL

Muitas pessoas estão investindo na Criação de Loja Virtual por ser uma grande chance de conquistar a tão sonhada independência financeira, tornando-se dono do seu próprio negócio. Uma solução fácil de administrar, escalável e que requer um investimento inicial mais baixo. Mas como abrir uma loja virtual de alta performance?

Agência de Marketing Digital

Blog

Em parceria com a Loja Integrada, Google pretende criar 100 mil lojas virtuais gratuitas
06/08/2020

parceria loja integrada e Google

Loja Integrada e Google se uniram para lançar ferramenta que possibilita a criação gratuita de lojas virtuais. A parceria visa beneficiar pequenas e médias empresas que não possuem um e-commerce em seus canais de vendas. Até o final do ano a estimativa é que 100 mil novos comércios eletrônicos sejam criados. Com a iniciativa as marcas pretendem apoiar e oferecer soluções para que as PMEs possam impulsionar suas vendas online. Desse modo, lançaram o programa “Cresça suas vendas com o Google” no qual permite que as empresas através da ferramenta criem uma loja virtual que possibilita o cadastro de até 75 produtos ativos, com 5 mil acessos mensais oferecidos pela Loja Integrada.

Parceria Google e Loja Integrada: como vai funcionar

Com pacotes de serviços gratuitos para criação e gerenciamento do e-commerce, a plataforma contará com três temas pré pré-configurados e inéditos, o que garante dar a loja virtual um layout profissional. De acordo com a Loja Integrada, com um design profissional é possível aumentar em até 60% o faturamento do e-commerce em apenas três meses. Além das opções de personalização, o Google e a Loja Integrada disponibilizam treinamentos e mentorias de capacitação para a gestão do comércio eletrônico. Os treinamentos ensinam o passo a passo com todo o processo para a criação da loja. As mentorias contam com sessões online coletiva com temas sobre marketing digital e loja de aplicativos realizadas com o apoio do time de especialistas do Google. Os participantes terão acesso a quatro sessões com duração de 1h. Nelas é possível compartilhar dúvidas e experiências, aprendendo com outros empreendedores e especialistas da área. Há também um canal exclusivo de atendimento para que os lojistas tenham total suporte para aumentar sua visibilidade e vendas online. Segundo Valdir Leme, head de marketing do Google Brasil, o objetivo da parceria é fortalecer o mercado de e-commerces: “Neste momento muitas empresas estão buscando soluções viáveis que não demandem grandes investimentos. Por isso, oferecer canais de orientação e treinamentos é essencial para que qualquer profissional à frente de uma PME, com ou sem experiência on-line, consiga implementar uma estratégia digital”, afirma.

O que está incluso na plataforma?

Criador de loja virtual: Com a ferramenta Loja Integrada o empreendedor poderá criar seu seu próprio site, para vender os produtos da sua marca. ● Gratuidade para até 5 mil visitas por mês e cadastro de 75 produtos: Por este plano especial, disponibilizado pelo Google e Loja Integrada, o empreendedor não pagará nada para ter e manter a loja virtual. O plano terá um limite de 5 mil visitantes por mês e a loja pode cadastrar até 75 produtos para vendas. ● Indicação de agências: Acesso a um catálogo de empresas indicadas pela Loja Integrada para customizar ou te auxiliar a criar do zero a loja online. ● Atendimento exclusivo: Canais de atendimento do Google para aprender como aumentar sua visibilidade e suas vendas on-line. ● Temas inéditos: Três temas pré-configurados para personalizar a aparência da loja e garantir uma boa experiência do usuário. ● Mentorias para vendas online: Sessões exclusivas que ajudam o empreendedor a aprender mais sobre vendas e e-commerce, saber quais são as dúvidas de outros empreendedores e compartilhar experiências como parte do Cresça Com o Google. banner-desk-google-ads-id   banner-mobile-google-ads-id

Vendas por e-commerce dobraram em junho de 2020

A parceria entre o Google e Loja Integrada chegam em um bom momento. Isso porque os dados do índice MCC-ENET - desenvolvido pelo Comitê de Métricas da Câmara Brasileira de Comércio Eletrônico (camara-e.net) - mostraram que vendas feitas através de e-commerce tiveram um crescimento de 110,52% no mês de junho, comparado ao mesmo período do ano passado. Outros resultados ainda apontaram que entre trimestre de abril a junho 18,2% de consumidores realizaram ao menos uma compra online, esses dados mostram que houve uma alta de 5,9% em relação ao trimestre anterior (12,3%). Diante desse cenário é possível notar a importância que uma loja virtual representa no mercado online. Marcas que não possuem um e-commerce acabam perdendo oportunidades de negócios, visto que o consumidor hoje opta pela facilidade da compra pela internet. Ter uma loja virtual pode ser o diferencial que falta para impulsionar os resultados do seu negócio. Com ela a divulgação dos seus produtos se torna muito mais profissional, dando a credibilidade e segurança que o cliente procura em suas compras online. Além disso, a comodidade garantida através de um comércio eletrônico é um dos grandes atrativos que faz com que o consumidor opte pelo e-commerce. Uma loja virtual é capaz de atender clientes em qualquer lugar do país ou mundo, com flexibilidade de horário, já que fica disponível 24h por dia, em todos os dias da semana. E em relação aos custos, uma loja virtual não requer tantos gastos quanto uma loja física, é preciso apenas investir em um bom provedor de hospedagem. A qualidade do layout e recursos oferecidos na loja virtual também contam muito na hora de vender pela internet. banner-desk-loja-virtual-01-id   banner-mobile-loja-virtual-01-id Um e-commerce intuitivo, rápido e que oferece um suporte satisfatório, contribui para que a experiência do usuário seja a melhor possível. Por isso, investir em uma loja virtual pode render muitos retornos. E se você ainda não tem uma loja virtual essa é a hora de criar a sua! Nós da Integração Digital, criamos um e-commerce com design e funcionalidades exclusivo para a sua marca. Desenvolvemos sua loja virtual com todas as ferramentas necessárias para que o cliente efetue a compra com segurança e praticidade. ➡ Entre em contato e conheça as nossas soluções digitais!
Intenção de Busca: como usar o principal fator de ranqueamento do Google?
30/07/2020
Intenção de Busca: Como usar o principal fator de ranqueamento do Google? Para ranquear o seu site nas melhores posições do Google, não basta implementar uma boa estratégia de SEO. É preciso entregar ao público aquilo que ele deseja consumidor, mas como descobrir? A resposta está em aumentar sua compreensão sobre o que chamamos de Intenção de Busca.  Em linhas gerais, a intenção de busca (ou User Intent) é o conteúdo que o usuário pretende encontrar ao realizar uma pesquisa no Google. Pode-se dizer que é o “por que” por trás da escolha do usuário em clicar em determinado resultado, ao invés de outro.  Podemos classificar a intenção de busca em quatro tipos, sendo que 99% das pesquisas feitas no Google podem se encaixar em um ou mais tipos. São eles:
  1. Informacional
  2. Navegacional
  3. Comercial/ Investigacional
  4. Transacional
 

#1. Informacional

O usuário busca pura e simplesmente por uma informação. O resultado pode ser respostas a perguntas simples, como “Quem foi Cristóvão Colombo?”, ou um pouco mais complexas, como “Como lazer roupas sem manchar”.  Essas pesquisas podem ou não serem formuladas em forma de perguntas, mas possuem, em geral um tipo de palavra que se enquadram, já que costumam começar com: como, quando, quem, quando, por que, ou trazem palavras de cunho informacional, como é o caso de guia, tutoriais, dicas, etc.   

#2. Navegacional

Sempre que o usuário pesquisa por um site, ou página específica através do Google, ao invés de digitar o endereço no navegador, sua intenção de busca é navegacional. Normalmente, esse tipo de pesquisa é o nome de um serviço, empresa, ferramenta ou rede social.   

#3. Comercial/ Investigacional

Na pesquisa comercial ou investigacional o usuário já intenciona comprar determinado produto, mas precisa obter mais informações sobre onde comprar, ou ainda se sente inseguro quanto alguns aspectos do mesmo. Essa modalidade de busca costuma levá-lo a sites de comparação de preços, páginas de categorias de produtos, ou agregadores de resenhas.  Alguns exemplos desse tipo de pesquisa são: “melhores sorveterias em São Paulo”, “iPhone 5”, “TikTok vs. Instagram”, entre outros.   

#4. Transacional

Por fim, a intenção de busca transacional é mais direta, ou seja, o usuário já sabe o que quer e onde comprar, desejando apenas concluir a transação. O resultado para essa modalidade de pesquisa são páginas de produto, com o fluxo de compra. “Comprar iPhone X ebay” é uma típica pesquisa transacional.  Olhando assim, até parece fácil! O problema é que as buscas têm mais de uma intenção de busca e identificá-la ainda é um problema, até mesmo para o Google. Isso acontece porque a intenção nem sempre é tão clara assim, como, por exemplo, ao buscar por [The Beatles] você pode achar que o usuário quer ouvir música, mas e se ele quiser conhecer a história da banda? Ou comprar discos?  Veja a imagem abaixo e entenda que os resultados podem variar em conteúdo e formato, já que temos vídeos, imagens, produtos, informações e outros: the-beatles-research

Qual a importância da intenção de busca?

Eu quero que você se imagine em uma biblioteca, em busca do último livro da saga o Senhor dos Anéis, o Retorno do Rei. O problema é que todos os livros estão espalhados, sem classificação e distinção por tema, em um ambiente totalmente caótico.  A internet é assim. O Google organiza as informações e as tornam universalmente acessíveis. Afinal, esta é a missão do Google: “Nossa missão é organizar toda a informação do mundo e torná-la universalmente acessível e útil.” Desta forma, toda vez que você acessar a biblioteca (internet) para procurar por um livro importante (intenção de busca), saberá que basta visitar a seção de literatura estrangeira (palavra-chave), e, ao chegar, terá acesso a uma variedade de livros (página de resultados).  Agora que você já sabe qual é o papel do Google nesse ecossistema chamado internet, fica mais fácil entender a importância da intenção de busca do usuário em uma estratégia de SEO. Se a sua página não corresponder a intenção de busca do usuário, ela jamais irá atingir uma posição de destaque no buscador. A questão é, como identificar a intenção de busca do usuário? banner-desk-seo-mkt-02-id banner-mobile-seo-mkt-02-id  

Como descobrir a intenção de busca do usuário?

Basta olhar para o Google e seus resultados mais bem colocados, e fazer as seguintes perguntas:   
  • Há snippets de destaque nestes resultados?
  • Um Knowledge Graph aparece?
  • Há uma página de comparações?
  • O resultado zero entrega que tipo de informação?
  • Há um carrossel de vídeos?
  • Quais são as dúvidas em “As pessoas também perguntam”?
  • Há muitos anúncios?
  • Há um carrossel do Google Shopping?
  • Os primeiros resultados são provenientes do Google Imagens?
  • Os sites mais bem posicionados possuem site links?
  Outro fator que deve ser considerado é a autoridade da sua página em relação a dos demais. Caso a sua seja inferior, você deve trabalhar internamento em estratégias de link building e conteúdo de qualidade. Isso porque o Domain Authority é um dos fatores de ranqueamento do Google mais importante. Se você quer um roteiro para seguir, vai ficar feliz em saber que o Google disponibilizou um checklist com os mais importantes aspectos de análise. Para fazer uma cópia, click aqui Vale dizer que o comportamento do usuário muda constantemente, por isso é importante realizar análises periódicas das intenções de busca selecionadas por você. Em SEO, testar é uma prática poderosa! Lembre-se disso e mãos à obra.   

Você pode atrair novos clientes com SEO!

O SEO é um conjunto de técnicas que visam tornar seu site mais atrativo para o Google, fazendo com que ele fique entre os primeiros resultados da busca orgânica, por palavra-chave. Além de aumentar o tráfego do seu site e suas conversões, sua marca ganha em visibilidade e reputação.  Que tal entender qual a intenção de busca dos seus usuários e potencializar suas estratégias de SEO? Se você deseja melhorar seu posicionamento no Google, entre em contato e saiba como podemos ajudá-lo!  banner-desk-seo-mkt-01-id banner-mobile-seo-mkt-01-id Quanto antes você começar a aparecer nas primeiras páginas de resultados, mais cedo alcançará um bom posicionamento no buscador e poderá fechar novos negócios. Por isso, nós da Integração Digital, oferecemos condições especiais para os primeiros meses de contrato. ➡ Entre agora em contato e solicite um orçamento!
Lei GDPR e LGPD: saiba como elas podem afetar o seu marketing
23/07/2020

lei gdpr e lgpd

Empresas dos mais variados segmentos, sejam elas grandes ou pequenas, brigam e investem pesado para obter o que se considera de mais valioso para o marketing: dados. Sem esses dados toda a estratégia voltada para ampliar as vendas pode se tornar um verdadeiro fracasso. Mas, como usar esses dados? Até que ponto utilizar todas essas informações é realmente permitido? É aí que entra as leis GDPR e LGPD. O GDPR - Regulamento Geral de Proteção de Dados da UE e a LGPD - Lei Geral de Proteção de Dados, foram criadas justamente para garantir que os dados dos clientes não sejam usados de forma errada, com o objetivo de garantir a segurança e privacidade das pessoas que fornecem suas informações.

Afinal, o que é GDPR e LGPD?

Cada movimento realizado na internet é rastreado, para acessar um jogo online, aplicativo, rede social ou fazer compras em uma loja virtual, por exemplo, os seus dados ficam registrados. Os sites possuem cookies, arquivos responsáveis por armazenar as informações dos usuários que acessam aquela página. Esses dados processados na internet são usados para criar o perfil do usuário e assim identificar o que ele gosta de consumir na web. É por isso que a maioria das empresas fazem uso de ações de marketing a fim de obter esses dados, através do preenchimento de um formulário, ebook, entre outras estratégias usadas no marketing digital. No entanto, a grande preocupação é em relação a como esses dados são utilizados, visto que essas informações podem cair em mãos erradas, ocasionando uma série de problemas aos usuários. É pensando nisso que existe a lei GDPR e LGPD. O GDPR- Regulamento Geral de Proteção de Dados da UE é uma legislação europeia aprovada em 2016. O regulamento especifica que as empresas que fazem parte do bloco europeu, independente do porte e segmento, siga as exigências sobre a coleta, processamento, compartilhamento e armazenamento de dados pessoais. Para a lei GDPR as empresas devem garantir que o usuário possa escolher de que forma seus dados serão aproveitados, optando por autorizar ou não o seu uso. Além disso, é preciso indicar quais informações serão coletadas e a finalidade. De acordo com o GDPR, as empresas devem criar meios para que os usuários façam a exclusão dos dados pessoais sempre que desejarem, ou também possam interromper a inserção das informações tendo essa decisão respeitada. O acesso aos dados é liberado caso haja a solicitação do proprietário. Todo o processo para a captação das informações precisam ser transparentes, com total clareza para o fácil entendimento, zelando pela privacidade dos cidadãos. A legislação europeia ainda determina que se ocorrer a violação ou vazamento dos dados eles sejam notificados às autoridades em até 72 horas. Portanto, as marcas brasileiras que estendem a sua atuação fora do país devem se adequar a essas exigências. Mas, e a LGPD? A lei LGPD - Lei Geral de Proteção de Dados se aplica ao solo brasileiro, e estava prevista para entrar em vigor em agosto de 2020, mas com os impactos da pandemia foi adiada para maio de 2021, conforme a medida provisória 959/2020. Criada com o mesmo objetivo da legislação europeia, a versão brasileira possibilita que o usuário tenha seus rastros digitais apagados quando solicitar, há também a obrigatoriedade de termos de uso explicativos, como também penalidades financeiras. Apesar de algumas similaridades nas leis, existem certas diferenças. Entre elas está a falta de ações na lei brasileira para que haja dificuldades na identificação nominal das pessoas. E mesmo os dados confidenciais são considerados pessoais se, por exemplo, for contribuir para o desenvolvimento de perfis comportamentais. A lei LGPD será regida pela Autoridade Nacional de Proteção de Dados, setor que ficará exclusivamente responsável por cuidar dessas normas. Desde a sua criação foi dada às empresas um prazo de adaptação que expira em agosto de 2020.

Há multas para quem não respeitar as leis GDPR e LGPD?

Sim. A multa para quem descumprir as regras contidas na lei LGPD pode chegar até R$ 50 milhões. Além disso, pode haver a suspensão, parcial ou total, das atividades. A Autoridade Nacional de Proteção de Dados é órgão que se responsabilizará por monitorar e aplicar as punições. Já a GDPR pode chegar a € 20 milhões ou até 4% referente a receita anual global da empresa se for considerada uma infração grave. google-ads-integração-digital

mobile-google-ads-integração-digital

Como adequar suas estratégias de marketing para a GDPR e LGPD?

Quando se fala em marketing digital nos deparamos com uma série de ações voltadas para a captação de clientes. Seja por uma rede social, anúncio ou site, todas elas de alguma forma levam o consumidor a inserir seus dados. É o que se chama de gerar leads. São esses leads ou dados que ajudam a equipe de marketing a desenvolver produtos e ações que se adequam aquele tipo de perfil. No entanto, apesar de ser uma prática muito comum é necessário se adaptar a legislação. Antes de qualquer coleta é preciso obter a permissão da pessoa em relação ao uso de suas informações, portanto, tornar a coleta mais transparente fará com que a experiência do usuário seja mais positiva. Deixe claro a forma como a empresa usará os dados, com caixas de seleção nas quais dão a possibilidade da pessoa optar pela forma adequada do seu uso. Esse consentimento deve ser explícito, para a LGPD a autorização não pode ser genérica. É por isso que geralmente ao acessar determinados aplicativos e sites encontram termos de uso e políticas de privacidade dos quais precisam clicar e certificar que estão de acordo. Esqueça as caixas de seleção com sim ou não, elas devem ser mais explicativas, como, por exemplo, “gostaria de receber nossas novidades no email” ou “ gostaria de receber emails promocionais da empresa”. A pessoa deve permitir esse envio. Outro exemplo é criar formulários em que há opções segmentadas de interesse, nas quais o usuário pode selecionar quais conteúdos ele deseja receber. Isso ajuda não apenas a estar em conformidade com a lei, mas também a ter mais clareza sobre as ações que de fato vão impactar o seu público. O cliente deve ter total controle sobre os seus dados, com direito a remoção e acesso às informações que são mantidas na empresa. Desse modo, a transparência com o controle desses dados é fundamental.

Como ter ações de marketing que funcionam?

A maior parte da sua audiência está online, conectada em aplicativos de conversa e redes sociais. Sendo assim, a sua marca também precisa estar inserida no ambiente digital. É como dizem: quem não é visto, não é lembrado. E como ser reconhecido em um mercado tão competitivo? Com ações de marketing que geram resultados reais. E para conquistar isso é necessário ter um planejamento bem definido através da identificação dos objetivos que a sua empresa deseja alcançar. O marketing digital não é como uma receita de bolo no qual todas as empresas podem usar os mesmos ingredientes, ela deve ser construída a partir de técnicas e ferramentas adequadas ao seu público e segmento. Para a sua empresa ser reconhecida na internet há uma série de ações eficazes, entre elas o Inbound Marketing é um dos mais utilizados. serviço-de-inbound-marketing-integração-digital banner-mobile-inbound-mkt-02-id Com o Inbound Marketing o cliente chega até você através de iscas digitais que fazem com que ele se interesse pela sua marca. É possível fazer o consumidor se apaixonar por seus produtos, gerando nele o desejo. A sua empresa vai se destacar com ofertas que realmente convertem em vendas, pois são direcionadas para o público certo, com a personalização de conteúdos. O cliente recebe conteúdos que despertam nele a vontade de comprar e criar um relacionamento com a marca. Assim, a empresa conquista um cliente fiel. É por isso que o Inbound Marketing é uma das ações mais usadas! Encante e atraia seus clientes com estratégias inteligentes e moldadas especialmente para o seu negócio. Nós somos especialistas em marketing digital focado em resultados. Quer transformar seus visitantes em clientes? Entre em contato e conheça as nossas soluções digitais.

INTEGRE-SE
COM A
GENTE!

RUA FERNANDES PINHEIRO, 287 - A TATUAPÉ
SÃO PAULO - SP
Agência de Marketing Digital
Agência de Marketing Digital
Agência de Marketing Digital

Enviando formulário . . .
Agência de Marketing Digital
Agência de Marketing Digital
Agência de Marketing Digital
Agência de Marketing Digital
mapa site